ARTIGOS

FLACIDEZ

Com o passar dos anos, as fibras colágenas e elásticas têm sua produção diminuída e começa a ocorrer um processo de desestruturação. Vários fatores contribuem para acelerar esta ação: fumo, sedentarismo, gestação, alterações hormonais, obesidade, rápida perda de peso e herança genética, dentre outros.

O resultado deste quadro é o comprometimento da firmeza da pele, condição desagradável e indesejada dentro dos padrões atuais de beleza. Como consequência, a derme torna-se mais susceptível à força da gravidade, ao aparecimento de rugas e à redução da firmeza e elasticidade. Estudos realizados por meio de medições por biópsia revelaram uma média de perda de 7% da espessura original da pele em homens e mulheres a cada 10 anos.

A flacidez pode ser dividida em 2 tipos: a muscular, que é profunda, e a dérmica que é superficial. Podem ocorrer isoladamente ou associadas. A  muscular acontece quando o músculo, por falta de exercício e pelo envelhecimento perde tonicidade. A tipo cutânea geralmente aparece a partir dos 20 ou 25 anos e é resultado da diminuição da produção das fibras colágenas e elásticas e do ?afrouxamento? das mesmas.Os fatores que contribuem para acelerar este processo são:

* fatores sócio-econômicos;
* fatores endócrinos;
* maior degradação do colágeno pelas metaloproteinases (MMPs).

As Metaloproteinases da Matriz (MMPs) formam o maior grupo de enzimas proteolíticas que degradam proteínas da matriz celular, como o colágeno (que representa 70% do total de proteínas da matriz) e a fibronectina. Com o avanço da idade, ocorre aumento do nível de MMPs e portanto maior formação de rugas e perda de elasticidade e firmeza da pele.

Outro fator associado à flacidez é a exposição exagerada ao sol. A radiação ultravioleta prejudica a produção de fibroblastos, acelerando a flacidez e o envelhecimento. Portanto, a proteção solar não é só uma arma de prevenção ao câncer.
Alguns ativos merecem destaque e devem ser utilizados no tartamento cosmético da flacidez:

Açúcares Raros - Fucose: são Polissacarídeos que promovem sensorial agradável devido ao alto Peso Molecular (estrutura macromolecular). Promovem aumento e manutenção da hidratação da pele: formação de filme. Estimulação de fibroblastos ?

Aumento da síntese de colágeno ? FIRMEZA à pele. Capazes de inibir a ação das MMPs e reduzir portanto a degradação do colágeno. Aumento da síntese de glicosaminoglicanas (GAGs) - aumento da espessura e aumento da resistência à pressão e elasticidade da pele. As GAGs estão envolvidas na regulação de disposição e tamanho das fibras de colágeno.

Oliva: contém os mesmos ácidos graxos presentes na pele, principalmente: oléico, linoléico e linolênico. Pela semelhança estrutural entre o ativo e a pele, este consegue penetrar na pele: BIOMIMÉTICO DA PELE.

* Os cristais líquidos do ativo são ?reconhecido pela pele?, por mimetizar os ácidos graxos presentes no ?cimento intercelular?.
* Os Cristais Líquidos provenientes do ativo se integram fisiologicamente nas camadas superficiais do estrato córneo, interligam-se aos lipídeos já existentes na matriz lipídica:
* Aumento da função de barreira;
* Aumento da penetração fisiológica de ativos;
* Aumento da firmeza e elasticidade da pele.

DMAE: os sais mais comuns de DMAE são: BITARTARATO e GLICOLATO. São biocompatíveis com a pele humana e possuem odor mais suave.
* Análogo sintético da colina, que por sua vez é um precurssor de acetilcolina. Aumenta a síntese de acetilcolina no sistema nervoso central e na derme.
* Com o envelhecimento, o nível de Acetilcolina começa a diminuir. O DMAE age elevando os níveis de Acetilcolina - hipertonicidade muscular.

DICAS:

1) Ingerir bastante água: a pele desidratada perde o brilho e a elasticidade. É indicada a ingestão de ao menos 2 litros de água por dia.

2) Proteger-se do sol: o excesso de raios UVA e UVB estimula a produção de radicais livres e prejudica a renovação das fibras responsáveis pela sustentação da pele.

3) Manter boa postura: ao manter as costas retas e os ombros abertos e para trás, por exemplo, evita-se a formação de ?dobrinhas? próximas das axilas e nos flancos.

4) Atividade Física: É essencial para tonificar os músculos.

5) Dormir bem: é durante o sono que nosso organismo produz o GH - hormônio do crescimento responsável também pela renovação celular.

Consultoria: Patrícia Andrei Saslavsky


Voltar ➤